Esse pode parecer um assunto já bastante explorado, mas a questão da segurança para navegar na internet ainda não ganhou a importância devida. Prova disso, foi o estudo encomendado pela Symantec em 2017, que apontou o Brasil como o segundo maior alvo de cibercriminosos, amargando um prejuízo de 22 bilhões de dólares, ficando atrás apenas da China.

Em razão disso, reforçamos algumas orientações importantes para que você navegue protegido. Práticas simples resolvem a grande maioria dos casos e evitam enormes problemas futuros.

1) Crie uma senha forte

Criar uma senha forte não quer dizer necessariamente a utilização de letras, números, caracteres especiais e alternar entre maiúsculas e minúsculas. Essa matemática todos já conhecem, inclusive os invasores virtuais. E, para piorar, um estudo apontou que a existe uma tendência de comportamento ao criar uma senha que é: iniciar com uma letra maiúscula, seguida de 4 ou 5 letras minúsculas, 3 números e um símbolo no final, por exemplo: Senha123!

Assim, nossa sugestão seria que você escolhesse uma determinada frase ou trecho de uma música e criasse um acrônimo. Vamos utilizar uma canção bem popular como exemplo para criar a sua senha do Facebook:
“atirei o pau no gato”

Pegando a primeira letra de cada palavra, temos: @opng-FB1

O exemplo acima é simples, forte, fácil de ser memorizado e segue os principais requisitos de segurança.

Observação: Jamais salve suas senhas em seus dispositivos e faça alterações regularmente.

2) Mantenha os pop ups bloqueados

Infelizmente, muitas janelas de pop up são utilizadas para infectar seu dispositivo com diversos tipos de softwares maliciosos, mais conhecidos como malware.

Portanto, deixe o seu navegador configurado para bloquear toda e qualquer janela de pop up. Dessa forma você tem a liberdade de abrir, manualmente, somente aquelas vindas de sites realmente confiáveis.

3) Seja criterioso nas redes sociais

Aqui, entendemos que a famosa máxima “menos é mais”. Muita gente enxerga vantagem em ter 1 milhão de “amigos” no Facebook, enquanto que do ponto de vista da segurança isso pode ser uma grande roubada.

Seus dados pessoais, profissionais, localização, telefone, enfim, uma série de informações podem ser facilmente rastreadas, pondo em risco a sua privacidade e de seus entes queridos.

As redes sociais, assim como o e-mail, também são bastante utilizadas para aplicar golpes de phishing. Desconfie de notícias incomuns, histórias inusitadas, ofertas mirabolantes e outros tipos de mensagens que parecem boas demais para ser verdade.

4) Opte por um antivírus testado e comprovado

Escolher um bom programa antivírus envolve alguns fatores, que são basicamente:

● O tipo de proteção desejada
● Custo x benefício
● Equilíbrio entre proteção e desempenho
● Reputação do fabricante

É imprescindível a instalação de um bom antivírus, tanto em seu computador pessoal, quanto em seus dispositivos móveis. Ainda que os programas pagos ofereçam mais funcionalidades, existem serviços gratuitos que podem atender bem às suas necessidades.

Estudos apontam que o WhatsApp se tornou a ferramenta preferida para aplicar golpes virtuais. Portanto, proteger o seu celular é fundamental.

5) Utilize um serviço de VPN

Hoje em dia, praticamente qualquer estabelecimento comercial como restaurantes, bibliotecas, aeroportos, oferece a comodidade de uma conexão wireless gratuita para seus clientes. O que deveria ser uma comodidade pode se transformar numa potencial ameaça: esse tipo de acesso público tem pouca ou nenhuma segurança e seu dispositivo pode ser facilmente invado.

Assim, opte por utilizar um serviço de VPN ao acessar uma rede pública ou desconhecida. Dessa forma, você garante a criptografia dos dados enviados e recebidos, bem como conserva sigilosa a sua localização geográfica.

Ainda que existam serviços de VPN gratuitos, eles apresentam funcionalidades limitadas, baixas velocidades e garantias duvidosas. Um bom provedor de VPN terá um custo mensal razoável, mas que deve ser considerado um investimento, quando se trata de navegar com segurança na internet.

Siga-me

Jornalista Ricardo Cavalcante

Informações e contato em Portal Jurema News
Jornalista sob registro Drt 3648/Ce
Quem sou: Um apaixonado por tecnologia, busco sempre novas tecnologias para deixar esse portal cada vez mais completo.
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Deixe uma resposta