Estudante de 17 anos é vítima de estupro coletivo durante viagem do IFPI

Uma adolescente de 17 anos, estudante do Instituto Federal do Piauí de Corrente, foi vítima de estupro coletivo durante uma viagem da instituição para o estado de Tocantins.

Segundo denúncia, a menor teria sido dopada, com algo que colocaram em sua bebida, e ela foi abusada por um estudante do IFPI e outros dois da Universidade Estadual do Piauí.

Uma professora teria flagrado o estupro onde os estudantes estavam hospedados e o caso não foi imediatamente denunciado. O IFPI informou através de nota, que foi aberta uma sindicância para apurar a denúncia.

Ainda segundo a instituição, a aluna disse que não gostaria de fazer o registro de ocorrência policial, realização de exame de corpo de delito ou receber assistência médica.

Um aluno informou ao 180 que casos de abusos são comuns, especialmente em viagens. Neste caso, a família só foi informada três dias após o ocorrido, pela própria adolescente, que voltou com os estupradores no mesmo ônibus.

Não foi possível contato com a Polícia Civil da cidade, nem com o delegado.

Confira a nota do IFPI sobre o caso:

A Direção Geral do Campus Corrente tomou conhecimento da denúncia de violência sexual sofrida por estudante do Instituto Federal do Piauí durante visita técnica ao estado do Tocantins.

A Direção do Campus consultou, imediatamente, a estudante e seu pai sobre desejo de registro de ocorrência policial, realização de exame de corpo de delito ou assistência médica. A aluna respondeu que não gostaria de tomar tais providências, decisão que foi aceita pelo pai.

Seguindo a recomendação da Organização Didática do IFPI, também foi instaurada uma sindicância para apuração da denúncia. O processo está em fase de tomada de depoimentos.

Quanto ao envolvimento de discentes da Universidade Estadual do Piauí, a Direção Geral do Campus informa que enviou ofício notificando a instituição sobre o ocorrido. 

180 graus

Comentários

Deixe uma resposta