A sede do Fortaleza, no Pici, amanheceu pichada nesta sexta-feira (31). A ação acontece após o time conquistar o título da Copa do Nordeste, nesta quarta-feira (29), com vitórias sobre o Botafogo/PB nos dois jogos das finais. A autoria foi do próprio clube, em parceria com o Ministério Público do Ceará, como forma de conscientização contra o suicídio.

“Desisto”, “É o fim”, “Vergonha”, “Acabou a Paz”, “Basta” e “O terror vai começar” foram algumas das frases pichadas no entorno de Estádio Alcides Santos, onde está sendo construído um Centro de Excelência para a equipe principal. Com três conquistas consecutivas em sete meses, se somados Campeonato Cearense e Série B do Brasileiro, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, afirmou que o objetivo é mostrar que uma situação pode não estar bem, mesmo que as circunstâncias apontem para um cenário positivo.

“O clube Fortaleza passa por um bom momento, e as pichações nas sedes deixam as pessoas com dúvidas: ‘Por que isso?’. As vezes você observa alguém que está ali e parece bem, mas a pessoa está passando por uma depressão ou tem uma tristeza que pode gerar um pensamento suicida. Precisamos trabalhar a prevenção. Queremos lembrar de ter mais carinho, amor e gentileza com os que estão próximos da gente”, explicou o dirigente.

PichaçãoPichação
Pichações preencheram o entorno do estádio Alcides Santos, no PiciFoto: VC Repórter

A delegação leonina está em João Pessoa, na Paraíba, e viaja ao Rio de Janeiro no turno da tarde para enfrentar o Flamengo, sábado (1º), no estádio Nilton Santos, às 16h. A partida é válida pela 7ª rodada da Série A do Brasileiro.

O Fortaleza está na 14ª posição, com sete pontos – a equipe vem de vitória contra a Chapecoense e empate com o Vasco. Além do Brasileirão, o time disputa as oitavas de final da Copa do Brasil contra o Athletico/PR na quarta-feira (5), às 19h15, na Arena da Baixada. O primeiro jogo entre as equipes terminou 0 a 0.

Suicídio

De acordo com o Ministério da Saúde, a cidade de Fortaleza ocupa o 2º lugar entre as capitais brasileiras com mais suicídio. São pelo menos 600 casos notificados anualmente. No Brasil, pelo menos 12 mil pessoas por ano tiram a própria vida. O país está entre os 10 países com maior índice de casos.

Além desses dados, o suicídio já é considerado a quarta maior causa de morte entre homens e mulheres brasileiros de 15 a 29 anos. O país registra uma pessoa tirando a própria vida a cada 45 minutos – tempo equivalente ao primeiro tempo de uma partida de futebol.

Via Diário do Nordeste

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook