Um italiano de 71 anos e uma brasileira de 29, natural do Piauí, foram presos, na segunda-feira (11), em Fortaleza, por prestarem declarações falsas à Delegacia de Polícia de Imigração com o objetivo de obter o visto de autorização de residência. Na última quarta-feira (5), um homem de Guiné Bissaú e uma cearense forma presos pelo mesmo crime.

No momento do atendimento, policiais federais constataram que a dupla apresentara declaração de união estável, de locação de imóvel e declaração de endereço com informações inverídicas.

O suposto casal foi preso em flagrante pelo crime de falsidade ideológica, com pena de reclusão de um a cinco anos e foi encaminhado à custódia da Superintendência Regional da Polícia Federal no Ceará, onde permanecerá à disposição da Justiça Federal.

Via Cnews

Comentários

Deixe uma resposta