A deputada Maria do Rosário (PT-RS) afirmou, em nota, que o pedido público de desculpas feito nesta quinta-feira (13) pelo presidente Jair Bolsonaro a ela é “uma vitória de todas as mulheres agredidas e ofendidas diariamente pelo machismo em nosso país”. Por determinação judicial, Bolsonaro publicou em seu Twitter as desculpas por ter dito em 2003 que a deputada “não merecia ser estuprada”.

“Em razão de terminação judicial, venho pedir publicamente desculpas pelas minhas falas passadas dirigidas à Deputada Federal Maria do Rosário Nunes. Naquele episódio, no calor do momento, em embate ideológico entre parlamentares, especificamente no que se refere à política de direitos humanos, relembrei fato ocorrido em 2003, em que, após ser injustamente ofendido pela congressista em questão, que me insultava, chamando-me de estuprador, retruquei afirmando que ela ´não merecia ser estuprada´”, escreveu Bolsonaro.

Maria do Rosário afirmou que caberá aos seus advogados agora analisar se a sentença foi cumprida integralmente. “Que este episódio sirva para fortalecer uma cultura de respeito às mulheres”, disse.

No texto, o presidente ainda manifestou “integral e irrestrito respeito às mulheres” e citou sua atividade parlamentar, como quando defendeu penas mais severas para autores de crimes sexuais e disse que as mulheres são uma prioridade de seu governo.

Fonte: Diário do Nordeste

Siga-me

Jornalista Ricardo Cavalcante

Informações e contato em Portal Jurema News
Jornalista sob registro Drt 3648/Ce
Quem sou: Estudante de Jornalismo pelo a universidade Estácio de Sá, sou um apaixonado por tecnologia, busco sempre novas tecnologias para deixar esse portal cada vez mais completo.
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook