Hand holding smartphone with colorful app icons concept

Um encontro marcado por aplicativo de relacionamento se mostrou, na verdade, um golpe para uma mulher de 53 anos. A vítima teve os pertences roubados na última quinta-feira (13) por um homem que a buscou em uma festa para levá-la para casa. A denúncia foi feita no 12º Distrito Policial, em Fortaleza.

O primeiro contato entre os dois aconteceu na terça-feira (11). A partir da combinação no aplicativo, eles trocaram os números de telefone e passaram a se falar por Whatsapp. Segundo a mulher, ele se apresentou com um nome falso, dizendo ser solteiro e motorista de aplicativo.

O encontro aconteceu na quinta-feira, quando a vítima estava em uma festa e pediu para que ele fosse pegá-la. Um amigo da mulher estava com ela, que pediu ao homem para que levasse os dois até a casa dela.

“Ele não ficou gostando quando ele (meu amigo) entrou. A gente veio conversando, ele um pouco calado, mas pegava em mim, me tocava. Ele já estava sabendo que eu ia estar sozinha, falei que morava com um filho mais velho e que ele não estava, que ia trabalhar à noite”, disse em entrevista ao Sistema Verdes Mares.

Ao chegar na residência, ela convidou-o para conversar, mas o homem não quis descer do carro e sugeriu que os dois fossem passear sozinhos. “Ele disse ‘seu amigo vai ficar com você?’. Eu disse: ‘ele vai dormir lá em casa esse final de semana’. Aí ele disse: ‘a gente vai dar uma volta, vai só na farmácia e volta’. Fui com ele. Ao sair do carro, meu amigo disse ‘não, peraí, deixa eu só tirar a bolsa dela'”, relata.

Quando entrou no carro, a mulher percebeu que a carteira dela estava no porta-luvas. Contudo, ela acreditou que ele tinha guardado o objeto porque ela teria deixado cair dentro do carro sem querer. “Achei que eu mesmo tivesse deixado no banco e ele podia ter guardado. Porque até então eu estava usando dinheiro no clube e estava com a carteira na mão”.

Quando chegaram na farmácia, o homem deu uma quantia do próprio dinheiro para que ela fosse comprar um remédio. Logo em seguida, ele partiu, levando o celular e cerca de R$ 350 da vítima. “Ele tirou o dinheiro dele e me deu pra eu comprar o remédio na farmácia. Quando eu desci, as portas da farmácia baixaram. Aí quando eu voltei, o carro já não estava mais”.

Em pesquisa posterior, a vítima descobriu que o nome com o qual ele havia se apresentado era falso. “É tudo falso. O nome que ele usava eu peguei outros perfis dele com a mesma foto, mas com nomes diferentes. Um dos nomes é o nome do filho dele. Ele já até ligou de número inibido fazendo ameaças ao meu filho. Desde então, não tenho mais sossego, estou muito abalada e com medo”, lamenta a vítima.

Via Diário do Nordeste

Siga-me

Jornalista Ricardo Cavalcante

Informações e contato em Portal Jurema News
Jornalista sob registro Drt 3648/Ce
Quem sou: Estudante de Jornalismo pelo a universidade Estácio de Sá, sou um apaixonado por tecnologia, busco sempre novas tecnologias para deixar esse portal cada vez mais completo.
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook