Em Caucaia existe vários portais, blogs, e páginas em perfil de redes sociais, hoje faremos uma breve reflexão sobre a ideia que cada uma destas página levam.

Para alguns publicidade é bastante confundida com jornalismo, pra outros a confusão é proposicional, mais quando falamos em jornalismo, pre supomos um profissional que leve a informação, que não tenha ligação política partidária e que seja um imparcial na hora de passa as informações, entre tanto o que observamos na pratica é bem diferente do esperado.

Para este artigo, buscamos como base o código de ética da profissão, que priva na valoração do profissional e claro da preservação ética da profissão, em nossa breve analise, observamos o artigo 9, que fala do dever de todo profissional de imprensa.

Veja o que diz o artigo ”

Art. 9° – É dever do jornalista:

– Divulgar todos os fatos que sejam de interesse público;
– Lutar pela liberdade de pensamento e expressão;
– Defender o livre exercício da profissão;
– Valorizar, honrar e dignificar a profissão;
– Opor-se ao arbítrio, ao autoritarismo e à opressão, bem como defender os princípios expressos na Declaração Universal dos Direitos do Homem;
– Combater e denunciar todas as formas de corrupção, em especial quando exercida com o objetivo de controlar a informação;
– Respeitar o direito à privacidade do cidadão;
– Prestigiar as entidades representativas e democráticas da categoria;’, no artigo seguinte o código de ética irá dizer o que o jornalista não pode, “Art. 10 – O jornalista não pode:

– Aceitar oferta de trabalho remunerado em desacordo com o piso salarial da categoria ou com tabela fixada pela sua entidade de classe;
– Submeter-se a diretrizes contrárias à divulgação correta da informação;
– Frustar a manifestação de opiniões divergentes ou impedir o livre debate;
– Concordar com a prática de perseguição ou discriminação por motivos sociais, políticos, religiosos, raciais, de sexo e de orientação sexual;
– Exercer cobertura jornalística, pelo órgão em que trabalha, em instituições públicas e privadas onde seja funcionário, assessor ou empregado. Da Responsabilidade Profissional do Jornalista”, em resumo, sempre que vemos um “jornalista” se comportando como um publicitário com a finalidade de fazer algum tipo de promoção, já percebemos o descumprimento do código de ética da profissão.

Zela e preza por esse código é a única garantia da valorização da profissão,  imparcialidade é fundamental para o execício da função e claro para que haja uma diferença entre um texto publicitário e uma matéria de fato jornalistica, é fundamental dizer aqui que é dever de um bom profissional de imprensa, deixar a sociedade ciente de tudo que é de interesse público, e que é fundamental que o profissional tenha ciência de sua missão social.

Quando o assunto é política, o código de ética deixa uma ressalva “Art. 16 – O jornalista deve pugnar pelo exercício da soberania nacional, em seus aspectos político, econômico e social, e pela prevalência da vontade da maioria da sociedade, respeitados os direitos das minorias.”.

Faça você sua avaliação.

Esse artigo é com base no código de ética link: http://www.abi.org.br/institucional/legislacao/codigo-de-etica-dos-jornalistas-brasileiros/

Siga-me

Jornalista Ricardo Cavalcante

Informações e contato em Portal Jurema News
Jornalista sob registro Drt 3648/Ce
Quem sou: Um apaixonado por tecnologia, busco sempre novas tecnologias para deixar esse portal cada vez mais completo.
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Deixe uma resposta