Uma jovem com síndrome de Down ficou ferida após ser atropelada por um policial militar em uma motocicleta na noite desta segunda-feira (5), no bairro Cristo Redentor, em Fortaleza.

O agente de segurança estava em uma perseguição policial junto com uma equipe de motopatrulhamento na Rua Coimbra, quando atingiu a vítima.

Em entrevista ao Sistema Verdes Mares, a mãe da jovem atropelada, explicou que os policiais estavam em alta velocidade e que não prestaram socorro à vítima. A Polícia Militar do Ceará informou, em nota, que após o atropelamento, os policiais solicitaram de imediato ambulância para socorrer a vítima.

“Minha filha tinha voltado da igreja e estava sentada na calçada da casa de uma amiga. Aí o marcador de texto dela caiu na pista e ela foi buscar. Foi quando os policiais passaram em alta velocidade e atropelaram ela. Depois que eles perceberam o que tinham acontecido, foram socorrer o policial que ficou caído no chão e deixaram a minha filha de lado. Quem socorreu ela foi a população”, disse Débora Maria.

A jovem sofreu uma fratura em uma das mãos e teve escoriações nos pés. Ela e o policial, que também sofreu luxações no ombro foram levados para o Instituto Doutor José Frota, em Fortaleza.

Ainda em nota, a Polícia Militar informou que os policiais faziam motopatrulhamento na Rua Coimbra quando perceberam que suspeitos corriam pelo local. A nota ainda afirma que a jovem passou correndo na frente de uma das motos que estava perseguindo os suspeitos, sendo atingida.

Via Diário do Nordeste

Siga-me

Jornalista Ricardo Cavalcante

Informações e contato em Portal Jurema News
Jornalista sob registro Drt 3648/Ce
Quem sou: Estudante de Jornalismo pelo a universidade Estácio de Sá, sou um apaixonado por tecnologia, busco sempre novas tecnologias para deixar esse portal cada vez mais completo.
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook