Guardas municipais ocuparam a feira da Parangaba, nesta sexta-feira (16), durante a retirada dos carros e motos que são vendidos no local. A saída acontece devido a uma obra de revitalização. Praças, ciclovias e a construção de um píer estão entre as alterações que serão realizadas no entorno da Lagoa da Parangaba. As intervenções custarão R$ 6 milhões. 

Francisco Holanda comercializa veículos há 29 anos na feira e ficou insatisfeito com a retirada dos automóveis. Para Roberto Félix do Carmo, o local escolhido para a venda dos veículos, no bairro Conjunto Ceará, não é adequado.

Socorro Souza trabalha há 28 anos e é cadastrada na Associação dos Feirantes de Veículos Usados. A vendedora diz que no Conjunto Ceará, a feira é motivo de impasse entre os trabalhadores e moradores da região. 

Via Cnews

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook