O presidente da República Jair Bolsonaro assinou na noite desta quinta-feira (22/08) um despacho que determinou que os ministros de estado tomem as medidas necessárias para combate de incêndios na Amazônia. As informações são do R7.

— Determino a todos os Ministros de Estado que adotem, no âmbito de suas competências, medidas necessárias para o levantamento e o combate a focos de incêndio na região da Amazônia Legal para a preservação e a defesa da Floresta Amazônica, patrimônio nacional. 

A decisão foi publicada após uma reunião do Presidente com um grupo de ministros, em que também determinou a instalação de um gabinete de crise para acompanhar e tomar medidas para combater os incêndios.

Estavam com o presidente nesta assembleia os chefes do Ministério da agricultura, da Secretaria Geral da Presidência, da Secretaria de governo, do Gabinete de Segurança Institucional, do Ministério da Defesa, do Ministério das Relações Exteriores, do Ministério do Meio Ambiente e da Casa Civil.

Nesta sexta-feira (23) haverá uma nova reunião mais ampla para acompanhar a situação. Enquanto isto, o Ministério do Meio Ambiente está consolidando dados sobre os focos de incêndio para que sejam divulgados.

A floresta Amazônica está com diversos focos de incêndio há pelo menos 18 dias. Na última segunda-feira (19) a fumaça expelida pelas queimadas chegou até capitais do sudeste, transformando o dia em noite às 15h na cidade de São Paulo.

Nesta quinta-feira, o presidente da França, Emmanuel Macron, sugeriu em seu Twitter que os membros do G7 tivessem uma reunião de emergência nos próximos dias para discutir o assunto.

180 graus

Siga-me

Jornalista Ricardo Cavalcante

Informações e contato em Portal Jurema News
Jornalista sob registro Drt 3648/Ce
Quem sou: Estudante de Jornalismo pelo a universidade Estácio de Sá, sou um apaixonado por tecnologia, busco sempre novas tecnologias para deixar esse portal cada vez mais completo.
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Últimos posts por Jornalista Ricardo Cavalcante (exibir todos)

Comentários no Facebook