Uma certidão de nascimento encontrada por policiais em uma casa abandonada no Bairro Papicu ajudou a polícia a prender um foragido na manhã desta terça-feira (9). A prisão aconteceu durante uma operação na comunidade do “Pau Fininho”.

O documento foi localizado por uma equipe do Comando Tático Motorizado (Cotam) em uma residência no cruzamento da rua Desembargador Lauro Nogueira com rua Doutor Ribamar Lobo.

 

 Após consultar os dados com o apoio da equipe tática da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), os agentes descobriram que havia um mandado de prisão em aberto por furto para Tiago Elfrazio Braga, 21, conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Tiago Elfrazio tem  antecedentes criminais por associação criminosa e corrupção de menor. Ele foi localizado em outro endereço, também na Rua Desembargador Lauro Nogueira, após a polícia realizar buscas na região.

No momento da abordagem, o suspeito forneceu um nome falso, mas foi identificado com auxílio de tecnologia biométrica. Tiago foi conduzido ao 15º Distrito Policial, na Cidade 2000, onde está à disposição da Justiça.

De acordo com a SSPDS, 47 agentes participaram da operação, sendo 41 policiais militares, divididos em nove viaturas e seis motocicletas, três peritos e três bombeiros.  Uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) também auxiliou os trabalhos.

Durante a operação, peritos utilizaram equipamentos de biometria, visando facilitar a identificação das pessoas que foram abordadas por meio da leitura da digital em um smartphone. 

suspeitosuspeito
No momento da abordagem, Tiago Elfrazio forneceu um nome falso, mas foi identificado com auxílio da tecnologia biométrica.Foto: SSPDS/ DivulgaçãoVia Diário do Nordeste
Siga-me

Jornalista Ricardo Cavalcante

Informações e contato em Portal Jurema News
Jornalista sob registro Drt 3648/Ce
Quem sou: Estudante de Jornalismo pelo a universidade Estácio de Sá, sou um apaixonado por tecnologia, busco sempre novas tecnologias para deixar esse portal cada vez mais completo.
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook