A Polícia Civil de São Paulo desconfia que uma mãe pode ter sido a autora do crime que matou uma jovem de 15 anos, visto primeiramente como um suicídio. As informações são do G1.

A adolescente teria pulado a janela do prédio que morava, na semana passada, um dia depois de sair do abrigo municipal onde foi levada por sofrer violência doméstica.

As agressões eram cometidas pela própria mãe. Segundo o delegado Sérgio Nassur, da delegacia da cidade de Praia Grande, a menina teria caído do décimo andar. Porém, ao iniciar as investigações, a polícia começou a suspeitar de que a mulher teria empurrado a adolescente para fingir suicídio e se livrar da cadeia.

Vídeos obtidos pela polícia mostram a mãe agredindo violentamente a jovem minutos antes do crime. Nas imagens, é possível ver a adolescente levando golpes com pedaço de madeira no quarto e durante o banho. Ainda não se sabe quem gravou, mas a polícia desconfia que teria sido a irmã mais nova, de 10 anos.

Em agosto, uma denúncia anônima fez com que o Conselho Tutelar retirasse as duas filhas da casa enquanto o inquérito está em andamento. No entanto, o irmão mais velho tirou ambas do abrigo e devolveu para a casa da mãe.

Segundo a prefeitura local, ele se identificou como “figura protetiva familiar” e também assinou um termo de responsabilidade garantindo que as duas estariam em segurança.

“Elas não deveriam ter saído do abrigo para serem devolvidas à casa de onde elas haviam sido anteriormente retiradas por conta de situação idêntica. Precisamos apurar se o desabrigamento não teria seguido formalidades. Não há ou não haveria documentação a respeito disso”, explicou o delegado Sérgio Nassur, à imprensa local.

Segundo o Ministério Público de São Paulo, testemunhas do prédio ainda serão ouvidas.

G1

Siga-me

Jornalista Ricardo Cavalcante

Informações e contato em Portal Jurema News
Jornalista sob registro Drt 3648/Ce
Quem sou: Estudante de Jornalismo pelo a universidade Estácio de Sá, sou um apaixonado por tecnologia, busco sempre novas tecnologias para deixar esse portal cada vez mais completo.
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook