Um paraibano de 45 anos, que se encontra preso em um presídio na cidade de Limoeiro, em Pernambuco, é apontado pela Polícia Federal como a pessoa que comandava os ataques criminosos no estado do Ceará. Ele seria o responsável pela tentativa de explosão de duas torres de transmissão de energia em abril deste ano, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza.

O homem foi alvo de uma operação desencadeada nesta quinta-feira (26), pela Polícia Federal e o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO). Durante a Operação “Torre”, os policiais encontraram um aparelho celular dentro da cela do paraibano (vídeo abaixo). De acordo com as investigações, as ações eram planejadas por líderes de facção que estão nos presídios e executadas por outros integrantes que estão em liberdade.

Os ataques criminosos voltaram a acontecer no Ceará desde a última sexta-feira (20) e até o meio-dia desta quinta-feira (26), foram registradas 82 ocorrências em todo o Ceará. E subiu para 74 o número de presos e apreendidos por envolvimento em ações criminosas.

Via Cnews

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook