O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan e figura próxima do presidente Jair Bolsonaro (PSL), quer pagar os advogados do homem que nesta segunda (30), filmou ataques verbais que fez ao deputado federal cearense José Nobre Guimarães (PT). Durante um voo de Fortaleza para Brasília, Gilberto Alves  acusa Guimarães de crimes, lembrando um episódio onde um assessor parlamentar foi preso portando dólares na cueca.

Argumentando que o caso já foi julgado e o deputado absolvido, José Guimarães foi às redes e garantiu um processo criminal contra Gilberto. Já no aeroporto de Brasília, a Polícia Federal interviu e o homem pediu desculpas ao parlamentar.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Você lembra do Zé Guimarães, deputado do PT? Aquele que o assessor foi pego no aeroporto com US$100 mil dólares na cueca e mais R$ 200 mil em uma mala. Essa semana um vídeo dele sendo questionado por um brasileiro bombou nas redes. A esquerda fala muito em democracia e estado democrático de direito, mas odeia quando é confrontada. Porque sabe que deve muito ao nosso país. Estão tentando calar os brasileiros indignados com a corrupção, a incompetência, o dinheiro enviado para países comunistas e toda essa bagunça que fizeram com o Brasil. Agora querem processar o Gilberto por falar umas verdades para o Zé Guimarães. Por isso coloco minha equipe jurídica à disposição para te defender, Gilberto. Você não está sozinho. E você, o que acha de tudo isso?

Uma publicação compartilhada por Luciano Hang (@luciano.hang) em 

Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Miséria.com.br

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook