A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, é aguardada na comissão especial do Congresso que avalia a medida provisória que assegura pensão especial vitalícia de um salário mínimo para crianças vítimas de microcefalia decorrente do vírus zika.

Michelle, que defende essa bandeira, deve comparecer na segunda-feira, dia 16 de outubro, numa sessão que irá ouvir os ministros Osmar Terra (Cidadania) e Damares Alves (Mulher e Direitos Humanos).

São 3,3 mil casos de crianças com microcefalia derivada da zika, a maior parte – 2,2 mil casos – no Nordeste.

Fonte: Veja

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook