O homem preso acusado de matar uma mulher e uma bebê informou para a Polícia Civil que cometeu o crime por não aceitar o nascimento da criança. Ele tinha tido um envolvimento amoroso com Luana dos Santos (21), que acabou gerando a criança.

Conforme a delegada Mariana Diógenes, o homem afirmou que a mulher e a bebê moravam com ele a pedido de sua família, que teria acolhido a menina após o nascimento dela.

Os corpos foram encontrados no último fim de semana, no bairro Sapiranga, em Fortaleza. Os corpos estavam com menos de um quilômetro de distância. A prisão aconteceu nesta terça-feira (29), quando o homem se apresentou ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Bairro de Fátima. 

A criança foi estrangulada e a mãe foi morta após ser violentamente agredida. Luana sofre diversos ferimentos na cabeça com um pedaço de madeira. Ela teve o rosto desfigurado, conforme Mariana. 

Via Cnews

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook