Desde quando começou o desastre ambiental no litoral nordestino com o aparecimento de petróleo cru, pelo menos 11 tartarugas foram encontradas mortas no litoral cearense e destas 3 tinham vestígios de petróleo no trato digestivo do animal, apesar de não apresentarem manchas externas no corpo.

De acordo com o Instituto Verdeluz, entre setembro e outubro 52 tartarugas encalharam e que 44 animais foram encontrados mortos. Os encalhes aconteceram nas cidades de Fortaleza, Aquiraz, Aracati, Paracuru, São Gonçalo do Amarante e Trairi.

Por causa desse desastre ambiental, o Governo Federal publicou ontem (29), uma instrução normativa que proíbe a pesca de lagosta e camarão a partir desta sexta-feira (1º), de novembro.

As primeiras tartarugas que apareceram com manchas de petróleo no Ceará foram nas praias de Sabiaguaba, Serviluz, Taíba, Flecheiras e Jericoacoara.

Via Cnews

Siga-me

Jornalista Ricardo Cavalcante

Informações e contato em Portal Jurema News
Jornalista sob registro Drt 3648/Ce
Quem sou: Estudante de Jornalismo pelo a universidade Estácio de Sá, sou um apaixonado por tecnologia, busco sempre novas tecnologias para deixar esse portal cada vez mais completo.
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook