A casa que abrigou provisoriamente a Escola Belo Monte, em Caucaia, voltou a ser moradia para a família da dona de casa Maria Elisângela de Souza. A mulher abriu mão da privacidade e foi viver com a mãe. Um sacrifício para que os filhos não ficassem sem aula. O local ficou conhecido em agosto deste ano, quando alunos foram flagrados estudando embaixo de árvore, porque a estrutura não comportava todas as salas. 

Aulas aconteciam embaixo de árvore, em Caucaia. (Foto: Reprodução/ Record TV)

A escola deveria ter ficado pronta no final de outubro, conforme reportagem do Fala Brasil, da Record TV. Mas as obras foram ampliadas com a construção de sala para professores, banheiros adaptados e área de lazer. Com isto, o prazo de conclusão foi prolongado para a segunda semana de dezembro. 

A diretora Meire Alves conta que as obras começaram em julho, mas as fortes chuvas que banharam a região danificaram a estrada. Sem acesso, os serviços foram interrompidos. Com quase 90% de conclusão, as aulas voltaram a acontecer no prédio, mas em horário diferenciado. 

Via Cnews

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook