Um homem foi assassinado na frente da mulher e dos filhos, em Machados, no Agreste de Pernambuco, distante 105 quilômetros do Recife. Segundo a Polícia Civil, Edilson Antônio dos Santos, de 33 anos, levou tiros ao parar o veículo em que viajava com a família. O carro tinha sido atingido por disparos de arma de fogo efetuados por encapuzados.

O crime aconteceu na quinta-feira (28) e foi divulgado neste sábado (30) pela polícia. Segundo a corporação, a família saiu da residência de parentes, na zona rural do município, e voltava para casa. Na localidade conhecida como Sítio Jaqueira, o veículo foi interceptado por dois homens.

Os encapuzados, então, começaram a atirar no automóvel. Por isso, segundo a corporação, o motorista estacionou o veículo em uma área, um pouco mais adiante.

Nesse momento, relatou a nota da polícia, os encapuzados abordaram os ocupantes do carro. Foram roubados objetos que estavam com o motorista, a mulher e os filhos. Os nomes deles não foram divulgados. Durante a ação, um dos homens atirou em Edilson, que morreu no local.

Ainda segundo a Polícia Civil, um inquérito foi aberto para identificar a autoria e a motivação do crime. A Delegacia de Machados registrou o caso.

Estatísticas

Dados da Secretaria de Defesa Social (SDS) de Pernambuco apontam que, em outubro, 318 pessoas foram assassinadas no estado. Isso significa, segundo o governo, uma diminuição de 4,79% em relação aos 334 do mesmo mês de 2018.

Ainda de acordo com a SDS, nos primeiros dez meses de 2019, foram registrados 2.881 homicídios. O número é 19,2% menor que os 3.566 casos contabilizados entre janeiro e outubro de 2018.

A SDS apontou que o mês de outubro foi o 23º com redução no total de homicídios. Ao todo, 79 municípios e o distrito de Fernando de Noronha não tiveram assassinatos registrados.

Apesar da diminuição dos assassinatos de maneira geral, houve aumento de 32,78% no número de homicídios no Agreste de Pernambuco, que saiu de 61 mortes em outubro de 2018 para 81, no mês passado.

Fonte: G1 PE

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook