O deputado federal Cabo Junio Amaral (PSL-MG) registrou uma notícia-crime contra Ludmilla na Polícia Federal solicitando uma investigação por conta de apologia às drogas, devido ao lançamento de “Verdinha”, em que a cantora faz referência à maconha. Ludmilla soube do caso pela internet e se pronunciou via Twitter.

“Milhões de brasileiros, desempregados, sem moradia, hospitais sem vagas, a violência predominante, poluição, a questão ambiental, a rede pública de educação miserável, mas o maior problema que o Brasil tem no momento é uma música que fala de alface. Brinca mais”, escreveu.

OUÇA VERDINHA 🥬

@Ludmilla

 

Milhões de brasileiros, desempregados, sem moradia, hospitais sem vagas, a violência predominate, poluição a questão ambiental, a rede pública de educação miserável, mas o maior problema que o Brasil tem no momento é uma música que fala de alface😹 brinca mais que a brincadeira. https://twitter.com/proposicoes/status/1202333089289998337 

Proposições que vão mudar sua vida@proposicoes
 

REQ 179/2019 CSPCCO

Ementa: Requer a aprovação de moção de repúdio contra a cantora Ludmilla, em razão da música “Verdinha”, em que se faz clara apologia à prática de condutas criminosas, como o plantio, a venda e o consumo de drogas.

Autor: Junio Amaral (PSL/MG)#proposicoes

Ver imagem no Twitter
14,7 mil pessoas estão falando sobre isso
 
 

No clipe, a “verdinha” Lud aparece fumando e em meio à uma plantação de alface. “Eu fiz um pé, lá no meu quintal. Estou vendendo a grama da verdinha a 1 real”, diz o refrão. “Fiquei loucona, chapadona, só com a marola da Juana”, canta ela em outro trecho.

O deputado falou que busca “responsabilização penal” da cantora, alegando que “a droga é um dos principais motivos da violência no Brasil”.

“É um fato que necessita reação do Estado. A música fala sobre uso de maconha e também do tráfico. A droga é um dos principais motivos da violência no Brasil, e fator de destruição de famílias. A notificação junto à PF tem o propósito de responsabilização penal da funkeira Ludmilla por apologia ao crime, conforme a lei”, afirma.

Na ementa, o deputado requer a aprovação de moção de repúdio contra a cantora por conta de apologia “à prática de condutas criminosas, como o plantio, a venda e o consumo de drogas”. “A influência que isso causa nos jovens é de dimensão trágica. Não podemos nos omitir”, disse o político.

Pelo Twitter, Amaral também se manifestou. “O tempo de assistirmos sentados essas ofensas às nossas famílias calados, acabou! Apresentei moção de repúdio na Comissão de Segurança, notícia-crime junto a Polícia Federal e representei tb no Ministério Público Federal a cantora por essa ‘música’ que faz apologia ao crime”, escreveu.

Cabo Junio Amaral

@cabojunioamaral

 

O tempo de assistirmos sentados essas ofensas às nossas famílias calados, acabou! Apresentei moção de repúdio na Comissão de Segurança, notícia-crime junto a Polícia Federal e representei tb no Ministério Público Federal a cantora por essa “música” que faz apologia ao crime.

Ver imagem no Twitter
218 pessoas estão falando sobre isso
 
 

Fonte: Extra

Siga-me

Jornalista Ricardo Cavalcante

Informações e contato em Portal Jurema News
Jornalista sob registro Drt 3648/Ce
Quem sou: Estudante de Jornalismo pelo a universidade Estácio de Sá, sou um apaixonado por tecnologia, busco sempre novas tecnologias para deixar esse portal cada vez mais completo.
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook