A Escola de Aprendizes-Marinheiros da Marinha do Brasil abre a partir de janeiro 900 vagas para aprendizes. As vagas são distribuídas entre as escolas de Fortaleza, Recife, Florianópolis e Vila Velha, no Espírito Santo. Em caso de aprovação, os candidatos podem podem escolher a escola de preferência, entretanto a decisão final é da Marinha.

As inscrições podem ser feitas de 20 de janeiro a 3 de fevereiro no site da Marinha do Brasil. A taxa de inscrição é de R$ 25.

Para participar do concurso público é necessário ser do sexo masculino, ser brasileiro nato, ter ensino médio completo,altura mínima de 1,54m e máxima de 2,00m, 18 anos completos e menos de 22 anos de idade em 1º de janeiro de 2021.

A prova de seleção em Fortaleza será realizada na Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará (EAMCE), na Avenida Coronel Filomeno Gomes, 30, Bairro Jacarecanga. Informações podem ser obtidas pelo número (85) 3288-4716.

Primeira fase

A primeira fase do Curso de Formação de Marinheiros para a Ativa será conduzido nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM), sob regime de internato, gratuito, com duração de um ano letivo, realizado em um único período escolar de 48 semanas. No curso serão ministradas disciplinas do Ensino Básico e do Ensino Militar-Naval.

Além da bolsa-auxílio no valor de R$ 1.108,53 os alunos vão ter alimentação, uniforme, assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa.

Segunda fase

A segunda etapa do curso será para o grau hierárquico de grumete, que é destinada à especialização técnica e é divida em três áreas: letroeletrônica, Apoio ou Mecânica.

A bolsa-auxílio do aluno na condição de grumete é no valor de R$ 1.179,72. Após a conclusão do estágio e obtendo a aprovação, o aluno poderá ingressar no serviço ativo da Marinha, como marinheiro, passando a ter remuneração bruta no valor total de R$ 1.950,00.

Fonte: Diário do Nordeste

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Últimos posts por Jornalista Ricardo Cavalcante (exibir todos)

Comentários no Facebook