Um crime de morte com requintes de perversidade está sendo investigado pela Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu. Por volta das 17 horas de segunda-feira (30), foi encontrado o corpo de uma mulher em um terreno baldio em meio ao matagal.

A  vítima foi identificada como Sirlene Ferreira Lima, conhecida por Sirlângia, 35 anos, que estava desaparecida desde a noite de sábado. O corpo já estava em estado de putrefação e sendo devorado por urubus, o que despertou a atenção de populares que chamaram a polícia.

O delegado Ariel Alves com uma equipe de inspetores, além de policiais militares e a perícia forense estiveram no local realizando os primeiros levantamentos de praxe. A mulher estava despida e possivelmente teria sido abusada sexualmente antes de ser morta.

De acordo com informações, o corpo tinha sinais de estrangulamento, perfurações na vagina, nos ombros e ferimentos na cabeça causados provavelmente por pauladas. O corpo foi encaminhado para ser necropsiado no IML de Iguatu.

As informações são do correspondente Richard Lopes

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook