O pastor e líder da Igreja do Tabernáculo da Vida, Tony Spell, afirmou que os fiéis verdadeiros não temem morrer por coronavírus. A declaração foi feita na sede da instituição religiosa em Baton Rouge, cidade localizada no estado da Luisiana, nos Estados Unidos.

Em entrevista ao site TMZ, Tony disse que o ato de morrer pela doença seria “um sacrifício para Deus e para a liberdade”. O religioso já havia sido acusado de ter violado as regras de isolamento social que foram adotadas na Luisiana. Conforme a recomendação governamental, reuniões para mais de 10 pessoas estão proibidas, mas Tony chegou a realizar cultos em sua igreja mesmo assim.

Conforme apontou a Universidade Johns Hopkins – instituto que reúne dados sobre a pandemia mundial do novo coronavírus, causador da doença Covid-19 -, mais de 423 mil pessoas foram contaminadas apenas nos Estados Unidos, números que fazem do país a nação com mais casos confirmados no mundo.

A quantidade de óbitos já passa dos 12 mil norte-americanos, sendo o estado de Nova Iorque com a maior concentração (4.571 mortos). Na Luisiana, foram registradas 208 mortes.

Via O Povo online

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook