Uma vacina para o novo coronavírus pode ficar pronta em setembro, estimou a especialista em vacinas e professora da Universidade de Oxford (Reino Unido), Sarah Gilbert, em artigo publicado neste sábado (12) no jornal britânico “The Times of London”.

A instituição faz parte do esforço mundial para desenvolver uma vacina contra a doença. “Estou 80% confiante no sucesso da vacina”, disse Gilbert, que integra uma equipe de cientistas dedicados a descobrir um meio de imunização. Os testes com humanos devem começar em duas semanas.

Os laboratórios científicos do mundo inteiro estão em uma corrida acelerada para descobrir a imunização do vírus mortal. Um balanço divulgado pela revista especializada “Nature” contabiliza 115 vacinas candidatas contra a Covid-19, das quais cinco estão em fase de ensaios clínicos (testes em pessoas).

O balanço foi feito com base em dados recolhidos pela Coligação para a Inovação na Preparação contra Epidemias (CEPI, na sigla em inglês), criada em 2017 para incentivar e acelerar o desenvolvimento de vacinas contra doenças infecciosas emergentes e torná-las acessíveis às pessoas durante os surtos.

Das 115 vacinas candidatas, 37 não foram confirmadas como estando em situação ativa por falta de informação disponível.

No início da crise do novo coronavírus, os laboratórios falavam que o processo de aprovar vacina levaria de 12 a 18 meses.

Fonte: AFP

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook