O governador Camilo Santana informou que definiu que 200 mil botijões de gás de cozinha serão distribuídos às famílias em situação de maior vulnerabilidade social no estado. 

Os beneficiários do Cartão Mais Infância Ceará, do Bolsa Família (com renda “per capita” igual ou inferior a R$ 89,34) e cearenses que possuam jovens em situação de vulnerabilidade social inscritos no Programa Superação deverão receber o vale-gás por três meses como forma de amenizar os impactos da crise causada pelo novo coronavírus. A medida já foi publicada no Diário Oficial do Estado.

A entrega do produto deve ser iniciada até o início da próxima semana, em todos os municípios cearenses. Antes disso, as famílias habilitadas devem receber um “Vale Gás de Cozinha”, fornecido pela distribuidora contratada, a partir do qual ficará assegurado o direito ao recebimento de uma recarga de botijão.

A identificação das famílias é realizada pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) e pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS).

Via Cnews

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook