Tempos difíceis nas finanças do brasileiro, pesquisa feita pela Fecomércio do Ceará aponta que 83% dos fortalezenses estão endividados.

Em abril a taxa de endividamento em Fortaleza chegou a 83,1%, uma disparada de 17,1 pontos percentuais na comparação com março. Este índice de dívidas não atrasadas é o maior desde 2009, quando a Fecomércio do Ceará começou a fazer o levantamento mensal.

Já a quantidade de consumidores com contas atrasadas subiu 5,5%, saindo de 19,8% para 25,3% neste mês. Os problemas financeiros estão atingindo mais os homens, 27,3% dos entrevistados.

Ainda de acordo com o levantamento, o tempo médio de atraso das dívidas chega a 67 dias e a principal justificativa para o não pagamento dos débitos é o desequilíbrio financeiro, quando o consumidor gasta mais do que recebe.

Via Cnews

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook