A Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) apreendeu, na madrugada desta quarta-feira (6), 53 cadeiras que estavam sendo utilizadas para a venda de lugares em filas para receber o auxílio emergencial. A situação havia sido denunciada pelo Grupo Cidade de Comunicação nesta semana.

O maior volume de cadeiras, bancos de plásticos, banquetas e cavaletes foi constatado nas agências dos bairros Messejana e Parangaba. A ação contemplou 20 agências da Caixa Econômica e teve apoio da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), da Inspetoria de Proteção Ambiental da Guarda Municipal (IPAM) e Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA).

Em nota divulgada na terça-feira (5), a Caixa reafirmou que todas as pessoas que chegarem entre 8h e 14h serão atendidas. “Não é preciso madrugar nas filas, evitando, assim, períodos excessivos de espera e aglomerações“, orienta. 

Enquanto isso, em Maracanaú
A Prefeitura de Maracanaú intensifica, a partir desta quarta-feira (6), as blitze educativas e de fiscalização nos bairros e também nas agências bancárias e lotéricas localizadas no município. A ação ocorre na agência da Caixa Econômica Federal (Pajuçara), Banco do Brasil (Centro) e lotéricas localizadas em diversas regiões da Cidade, como no Ponto Shopping (Jereissati) e na Pajuçara. Fiscais da Prefeitura, com apoio da Guarda Municipal e Polícia, irão disciplinar as filas, além de distribuir álcool em gel 70% e máscaras de proteção.

Via Cnews

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook