Candidato à reeleição na disputa pela Prefeitura de Caucaia, Naumi Amorim (PSD), caso seja reeleito, quer reabrir as escolas municipais para aulas presenciais já no início do ano letivo de 2021. A afirmação foi feita durante entrevista ao PontoPoder Eleições, transmitido pela TV Diário, na noite desta terça-feira (24). Ele apontou que diversos estabelecimentos comerciais voltaram a funcionar, como bares, por exemplo, e que, com o cumprimento das normas sanitárias, será possível retomar as aulas presenciais com segurança. “Vou apoiar para que tenha aula, com equipamentos para os profissionais, como álcool em gel e máscara”, disse o candidato.

Naumi também prometeu investimentos na região do Cumbuco para os próximos anos. Segundo ele, pelo projeto Sanear, haverá uma reformulação no Centro a partir de investimentos que chegarão, inclusive através de emendas de parlamentares da bancada federal cearense. O objetivo, caso seja reeleito, de acordo com o candidato, é movimentar ainda mais o turismo da região após a conclusão das obras que estão previstas.

Assista, na íntegra, ao PontoPoder Eleições:

 

 

Questionado sobre projetos na área de segurança pública, o prefeito do segundo maior colégio eleitoral do Ceará afirmou que conseguiu, em parceria com o governador Camilo Santana (PT), levar uma equipe do Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) para o município. Há expectativa de uma segunda equipe, conforme ele. Na área da segurança, Naumi prometeu contratar mais guardas municipais para a segurança do patrimônio público.

Por outro lado, o candidato do PSD afirmou que investir na segurança não deve ser apenas um gesto de reforço policial, mas sim de investimentos em políticas públicas de inclusão. “A gente não vai conseguir combater a insegurança se não investir em escolas de tempo integral, em areninhas, e Caucaia tem feito isso. São 75 areninhas (que serão feitas) só no meu governo. Hoje são 20 funcionando”, apontou.

Aliança

Caso seja reeleito, Naumi terá ao menos 20 dos 23 vereadores eleitos na base de apoio para o próximo mandato. Enfrentando um Legislativo mais arisco no mandato que cumpre até o fim deste ano, o gestor tentou justificar a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) em 2019 pela Câmara Municipal.

Na época, oito vereadores assinaram e a então presidente da Câmara Municipal de Caucaia, Natécia Campos, instalou CPI para investigar um decreto de “Calamidade Administrativa” do prefeito. Em 2019, Caucaia estava mergulhada em crise política.

Para Amorim, o episódio foi uma tentativa de “traição” de ex-aliados. “As pessoas que eu apoiei para a Presidência (da Câmara) estavam me traindo, tentando me derrubar, mas a política é assim mesmo”, disse.

O candidato justificou afirmando que a movimentação dos parlamentares ocorreu quando ele estava em São Paulo acompanhando tratamento de doença do filho.

Disputa

No primeiro turno, Naumi Amorim (PSD) obteve 40,93% dos votos válidos, seguido de Vitor Valim (Pros), com 27,87%. Ambos disputam, agora, o segundo turno na eleição de Caucaia. O município vive apenas a segunda eleição com possibilidade de segundo turno, depois que ultrapassou 200 mil eleitores.

Naumi, inclusive, é o primeiro prefeito eleito de Caucaia que chegou ao poder passando por dois turnos. A decisão dos eleitores ocorre no próximo domingo (29).

Via Diário do Nordeste

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook