Em clima natalino, uma sessão de fotos foi feita, no último dia 9, com 26 bebês prematuros internados na UTI Neonatal e na Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional do Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara, no bairro Messejana, em Fortaleza. Os

O projeto foi idealizado pela equipe multiprofissional do Centro de Terapia Intensiva Pediátrica do Hospital e tem a frase “Respeite minha historinha” como tema.

 

“A gente pensou na temática do Natal e, já que estamos em dezembro, seria um presente mesmo. As famílias amaram. De baixa renda, muitos [familiares] não têm a possibilidade de ter um registro, pois têm dificuldades de traslado ou não possuem celular para a foto, além das regras de higienização da UTI”, diz a Psicóloga da Unidade de Cuidados Especiais, Sara Mascarenhas Crispim.

 

A psicóloga reforça que a sessão foi feita seguindo um protocolo de cuidados. “A gente pediu um termo de consentimento para os pais, a fim de respeitar todas as regras jurídicas, institucionais e sanitárias”, esclarece.

 

Registros para o futuro

 

Os pais e responsáveis pelos pequenos estão recebendo a foto impressa como recordação do momento — Foto: Alcynar Souza/Divulgação

Os pais e responsáveis pelos pequenos estão recebendo a foto impressa como recordação do momento — Foto: Alcynar Souza/Divulgação

Segundo Sara, o intuito é que as fotos fiquem como lembrança para o futuro. “A gente entende que é necessário um registro do início da vida, sobre tudo o que aconteceu com aquele sujeito, pelas demais comorbidades e adversidades que as crianças da neonatologia passam, já que a maioria é prematuro extremo e tem muitos agravos com o decorrer da internação”.

Responsável pelos registros delicados, a fotógrafa Alcynar Souza comenta que também seguiu um rígido protocolo para concretizar o ensaio. “Fui orientada a não deixar a câmera nos locais, não pegar nas crianças, tanto para não me contaminar e nem contaminar elas ou algum setor”.

Por já ter feito um estágio curricular no local, a fotógrafa relata que a experiência foi ainda mais especial. “Me senti muito honrada em viver essa experiência desafiadora, pelo contexto dos bebês, mas muito bonita também. Foi muito especial”, declara.

 

Presente

 

Mãe do Nícolas, nascido aos cinco meses de gravidez e há quatro internado na UTI, Magna Rodrigues, de 22 anos, recebeu a foto do filho como um presente surpresa. Para amamentar o filho, Magna sai de casa, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, para o Hospital diariamente.

“Eu não esperava por esse presente, mas fiquei muito feliz. Queríamos mesmo que ele estivesse com a gente no Natal e no Ano Novo, mas como não vai ser possível, vamos esperar pela saída dele”, conta a também dona de casa.

Via G1 Ce

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook