Uma passageira caiu e feriu o pé ao tentar embarcar em um ônibus na manhã desta quarta-feira (27), no Terminal do Siqueira, na Vila Peri, em Fortaleza. Conforme uma testemunha, houve empurra-empurra pois muitas pessoas tentaram embarcar no coletivo. Vídeos mostram a vítima caída na plataforma de ônibus, chorando e gritando momentos após a queda.

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) afirmou, em nota, que acompanhou o incidente e ofereceu os primeiros socorros a passageira que teve o pé machucado ao embarcar no coletivo da linha 087 – Expresso/Siqueira/Papicu.

“Agentes da Socicam e da própria Etufor prestaram atendimento à passageira no local, que optou por ser levada para atendimento médico pelo filho. A Etufor lamenta o ocorrido e reforça a importância dos cuidados de cada passageiro ao embarcar e desembarcar, respeitando as filas nos terminais e nos pontos de parada”, diz um trecho da nota.

Ainda conforme a Etufor, a linha onde o incidente aconteceu dispõe de 12 veículos e intervalo de oito minutos, além de agentes operacionais que atuam diariamente organizando a fila para evitar tais ocorrências.

Segundo a doméstica Maria José Almeida, que foi uma das pessoas que registrou as imagens, ela e a vítima estavam na fila da linha Expresso-Siqueira-Papicu. Quando o ônibus chegou ao local, por volta das 6h50, houve um empurra-empurra devido à quantidade de pessoas tentando embarcar no coletivo, e a passageira se desequilibrou na multidão ao tentar subir no ônibus.

 

“Pego esse ônibus todo dia, o 87, no Siqueira. Quando foi hoje essa mulher estava na fila do meio, teve um empurra-empurra e ela caiu gritando que havia quebrado a perna. Ela ficou no chão chorando”, relembra.

Maria José mora no Bairro Canindezinho e afirma que diariamente passa no Terminal do Siqueira pra ir ao trabalho, no Bairro Aldeota. Conforme a doméstica, é recorrente a lotação de passageiros na plataforma onde o incidente aconteceu.

“A gente sai cedo, espera três, quatro ônibus para conseguir entrar e ainda tem o risco de quebrar a perna. São quatro filas, mas quando o ônibus chega se formam umas cinco, seis, pois todo mundo quer entrar”, disse.

Via G1 Ce

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook