Quatro irmãos de uma família de Magé, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, cavaram uma cova para enterrar o corpo da mãe no Cemitério Municipal II de Vila Esperança. As imagens, gravadas por uma das filhas, ganharam repercussão nas redes sociais.

Na ocasião, não havia coveiros, porque o diretor do local tinha liberado a equipe para o almoço, e ninguém ficou no local para realizar o serviço. Os quatro irmãos pegaram uma pá e uma enxada e fizeram um buraco para colocar o caixão da mãe.

Tristeza

Uma das filhas gravou um vídeo em que falava: “venho informar aqui a pouca vergonha que aqui em Magé, no Cemitério II da Vila Esperança. Esta aqui que está no caixão é nossa mãe. Não tem um coveiro aqui para enterrar”.

“Quem está enterrando são os quatro filhos. E não tem um coveiro. Pelo amor de Deus. Vê se isso é normal, gente. Minha mãe está sendo tratada pior que um lixo. Isso é muito triste”, continuou.

Exonerados

De acordo com a Prefeitura de Magé, tanto o chefe quanto os funcionários foram exonerados pela gestão municipal. “É impensável em nosso governo que a população seja desassistida, ainda mais em um momento de dor”, informou.

“Lamentamos profundamente e informamos que todas as medidas já foram imediatamente tomadas pela gestão municipal”, explicou na sequência.

Fonte: Diário do Nordeste

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook