Quatro dias após e um novo caso de morte por afogamento na região do Cariri se constituindo no terceiro no curto intervalo de 10 dias. Por volta das 10 horas desta quarta-feira a criança José Cleiton da Silva Pereira, de apenas 3 anos, morreu afogada nas águas de um barreiro. Os seus pais José Cícero da Silva e Maria Luciana da Silva Pereira são de uma Comunidade Quilombola no Sítio Arruda na zona rural de Araripe.

Eles foram para a roça e deixaram o filho na casa da avó Maria Sandra do Nascimento. Num pequeno momento de descuido, Cleiton foi até o barreiro que fica perto da casa. Quando a mesma sentiu a falta da criança e olhou para o reservatório viu apenas um dos braços do menor do lado de fora das águas. Imediatamente correu para chamar um vizinho, mas este já o retirou sem vida.

Foram momentos de desespero, dor e tristeza que coincidiram com a chegada dos pais da roça se deparando com o filho morto. O casal se pôs ao lado do corpo de Cleiton num ambiente de comoção. A polícia foi acionada e uma patrulha da PM de Araripe com os Sargentos Xavier e R. Costa e o Soldado Samuel esteve no local até a chegada do rabecão que trouxe o cadáver para ser necropsiado na Pefoce de Juazeiro.

Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook