A Delegacia de Polícia Civil de Porto Belo, a cerca de 70 km de Florianópolis (SC), abriu um inquérito para investigar a morte da modelo fotográfica Jessyca Egler, de 29 anos. As informações são do UOL.

O corpo da modelo foi encontrado na quarta-feira (21) na casa de uma amiga. Jessyca estava com uma marca de disparo de arma de fogo na cabeça, segundo a Polícia Militar.

De acordo com a reportagem, a modelo era moradora de Balneário Camboriú e estava na casa da amiga desde o último sábado (17), após chegar de Porto Alegre, onde mora sua família.
 
Segundo a PM, a amiga acordou por volta das 7h de quarta ao ouvir o som de um tiro dentro do imóvel. Ao levantar, encontrou o corpo da amiga ao lado de uma pistola calibre 380.
 
A polícia investiga para saber se o disparo partiu da própria modelo ou de outra pessoa.
Ainda de acordo com o UOL, nem a casa nem os imóveis vizinhos possuem câmeras de segurança que pudessem ter registrado a presença de outra pessoa entrando ou saindo do imóvel.
 
Com informações do site: UOL
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook