Durante seção remota, Assembleia legislativa do Ceará aprovou o projeto de lei nº 282/2019. que visa prioriza atendimento em unidades de saúde a mulheres vitimas de violência, o projeto é de autoria da deputada Erika Amorim (Psd).

“Entendemos que as mulheres vítimas de violência, quando se deslocam até um local de atendimento, carregam consigo não só machucados no seu corpo. Elas também levam feridas na alma, machucados internos que não são vistos e que trazem dores muito maiores e traumatizantes”, defende a parlamentar, terceira secretária da Mesa Diretora da Casa. 

De acordo com o Projeto de Lei, configura violência contra a mulher qualquer lesão de natureza física e sexual ocasionada pela condição de gênero. E mais: o atendimento prioritário disposto nesta Lei não deve sobrepor-se aos protocolos de acolhimento para classificação de risco, estabelecidos para atendimento de urgência e emergência.

Aprovado, agora o projeto foi enviado ao governador camilo Santana (Pt) para ser sancionado, A deputada estadual Augusta Brito também assina como coautora. 

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook