A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) segue dando total suporte às ações policiais que visam desarticular grupos criminosos envolvidos com crimes em Caucaia, na Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11) do Estado. Nos últimos seis dias, as Forças de Segurança que atuam no município capturaram 18 pessoas envolvidas na prática de crimes em bairros de Caucaia. Doze armas de fogo e mais de 130 munições também foram retiradas das mãos dos suspeitos e recolhidas para realização de perícia. O balanço das ofensivas foi repassado em coletiva de imprensa, na manhã desta sexta-feira (23), na sede do 12º Batalhão da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

O gestor da SSPDS, Sandro Caron, ressaltou a importância das ações direcionadas ao combate à criminalidade no município. “Caucaia é nossa grande prioridade. Com o apoio do Governo do Estado, reforçamos os recursos para o enfrentamento das ações. Aumentamos as IRSOs (Indenização de Reforço ao Serviço Operacional), que são as horas extras pagas aos nossos militares, além de implantarmos uma base móvel operacional, muita moderna e de alta tecnologia que utiliza câmeras. Esse reforço em Sítios Novos (bairro) e demais regiões já vem dando resultados positivos com várias prisões ocorridas ao longo da semana. É importante destacar que essas ações serão permanentes, focadas e prioritárias. A base móvel ficará disponível o tempo que for necessário”, reforça o secretário em relação às ações de caráter ininterrupto das Polícias Militar e Civil no município.

Os trabalhos policiais têm sido centrados na desarticulação de grupos criminosos atuantes na região. Ofensivas desenvolvidas pela Delegacia Metropolitana de Caucaia (DMC) e equipes da PMCE já resultaram em inúmeras prisões de pessoas suspeitas de envolvimento com ações criminosas. A ofensiva mais recente foi registrada nessa quinta-feira (22), quando os policiais civis e militares prenderam 13 adultos, apreenderam dois adolescentes e retiraram oito armas de fogo de circulação, em um único dia.

Durante diligências empreendidas pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), na tarde de ontem, os policiais civis capturaram sete pessoas suspeitas de fazerem parte de grupos criminosos naquele município da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Eles são apontados como suspeitos de integrar uma organização criminosa responsável pelo cometimento de diversos crimes no município. Os adultos foram identificados como Ana Iris Cunha Mendonça (46), com passagens por homicídio doloso; Jociel Lima da Silva (32), com passagens por porte ilegal de arma de fogo; Valber de Lima Batista (26), passagens por crimes de transito; Maria Moreira da Silva (40) e Maria Vanuza de Lima Moreira (51).

O grupo foi autuado em flagrante por integrar organização criminosa e associação para o tráfico. Já contra dois adolescentes de 16 e 17 anos, um ato infracional análogo ao crime de integrar organização criminosa e associação para o tráfico foi registrado. Ainda durante a ação, foram apreendidos aparelhos celulares, que serão encaminhados para Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), onde passarão por perícia.

Capturas e apreensões

No mesmo dia, equipes da PMCE realizaram as prisões de três homens e a apreensão de oito armas de fogo no bairro Santa Rosa. O primeiro a ser preso foi Antônio José da Costa (33), conhecido como “Equinha”, com passagens por lesão corporal dolosa em crime de trânsito. Durante a ação, uma pistola calibre .40, duas espingardas, além de 25 munições cal. 12, 38 e 40 foram apreendidas. Já Francisco Leandro Ferreira Cruz, conhecido como “Baruel”, morreu em confronto com os policiais. Ele é apontado como suspeito de um duplo homicídio ocorrido no município no último fim de semana.

Ainda durante as ações ostensivas na cidade, os policiais militares lotados no Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) prenderam Marcos Farias Vidal (20) e Antônio Eric Sales Holanda Moreira (19). Com os homens, os agentes de segurança apreenderam duas pistolas calibre .40, uma pistola calibre .380 e dois revólveres calibre .38, além de munições dos calibres 38, .40 e 380, um carregador de pistola 380, dois coletes balísticos, cinco celulares, um tablet, uma televisão e uma maquineta de cartão.

Operação Focus

Ainda nas primeiras horas da manhã dessa quinta-feira (22), a Polícia Civil deflagrou a 2ª fase da “Operação Focus”, que visa reprimir atividades ligadas às organizações criminosas no Ceará. Ao todo, cinco pessoas foram presas. Os alvos da ação policial são integrantes de um grupo criminoso que era chefiado por Francisco Cilas de Moura Araújo (44), o “Mago”, preso ano passado, no Piauí. As prisões ocorreram em Fortaleza, Aquiraz e Eusébio. Cilas “Mago” é investigado por articular ações criminosas em Caucaia antes de ser preso.

Demais prisões 

Desde o último sábado, quando duas armas foram apreendidas pela PMCE, as ações na região continuaram. Na segunda-feira (19), um homem foi preso e uma pistola calibre 45 com laser adaptado foi apreendida pela PMCE. No dia seguinte (20), um outro homem foi preso pelo Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) em posse de uma pistola calibre 40 e 11 munições. Já na quarta-feira (21), policiais civis da Draco prenderam Daniel Belmiro José Rodrigues (49), conhecido como “Negão”. O homem é apontado como principal articulador no emprego de explosivos utilizados em crimes contra o patrimônio público e privado em 2019, além de ser suspeito de integrar um coletivo criminoso carioca com atuação em Caucaia e na Capital.

Denúncias 

As Forças de Segurança mantém as diligências no município visando identificar e capturar mais pessoas envolvidas com grupos criminosos. A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais.

As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook