Um adolescente de 16 anos foi apreendido, nesta terça-feira (3), pela Polícia Civil do Ceará por suspeita de ter ameaçado 20 moradores de uma comunidade na cidade de Caucaia, na Grande Fortaleza, obrigando-os a saírem de suas casas. Ele ainda é investigado por ato infracional análogo ao crime de organização criminosa, ao integrá-la, e homicídio.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem foi preso em flagrante no bairro Jurema, em Caucaia. O ato infracional análogo ao crime de homicídio teria ocorrido no último mês de junho contra um homem de 31 anos que morava na comunidade do Tabapuazinho, local em que os moradores foram expulsos.

O Núcleo de Homicídios da Delegacia Metropolitana de Caucaia acredita que o ato infracional foi cometido apenas pelo adolescente. A vítima foi assassinada em via pública em decorrência de disputas de facções criminosos pelo domínio territorial da região.

De acordo com o delegado da unidade, Alysson Farias, foi apreendido um celular com o jovem, cujo acesso pelos policiais foi permitido e efetivado. “O conduzimos até a delegacia e aqui, para nossa surpresa, ele confessou tanto a participação em uma facção como a autoria de um homicídio, relatando com riqueza de detalhes”, disse.

Alysson Farias ainda ressaltou que a organização criminosa à qual o adolescente supostamente integra é responsável por cerca de 11 homicídios só na comunidade do Tabapuazinho.

Via G1 Ce

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook