A Secretaria de Saúde de Caucaia, através do Núcleo de Controle de Endemias e Zoonoses (Nucenz), realiza no próximo dia 6 de novembro, na Sede, o Dia D da Campanha de Vacinação de Cães e Gatos. Já dia 13 a ação se estende para a zona  rural.

O município não registra casos de raiva há mais de 15 anos – o último foi em 2006 em um gato.

Na Campanha, serão utilizados diversos postos de vacinação de redes de serviços, postos montados em espaços com instalações físicas, conforme as Normas de Vigilância Sanitária com entrada independente para a execução da vacinação de cães e gatos. Entre os vários locais de vacinação estão a UPA Animal, o CRAS do Grilo, o Colégio Nair Guerra, a Praça do Ginásio Cazuzão e Mercado da Ração, no Tabapuá, o residencial Mister Hull, no Parque Albano e a Escola Brasileirinho, no Parque das Nações. O atendimento será das 08h às 16h em todos os postos de vacinação.

O coordenador do Nucenz, Marquezan Rocha, destaca a importância da vacinação antirrábica no município. “O objetivo é estabelecer uma barreira imunológica capaz de interromper a transmissão da raiva animal (cães e gatos) aos seres humanos. Nossa meta é imunizar, no mínimo, 80% por cento da população canina estimada.”

Em Caucaia, existem 98 mil 189 animais entre cães e gatos. A meta da Campanha é imunizar 80% desse montante. De janeiro até outubro, 19 mil 345 animais já foram vacinados em domicílios localizados em diversas regiões do município.

Saiba mais

A Raiva é uma Zoonose viral, que se caracteriza como uma inflamação no cérebro do animal, progressiva, aguda e letal. A doença apresenta dois principais ciclos de transmissão: urbano e silvestre, sendo o urbano passível de eliminação, por se dispor de medidas eficientes de prevenção, como a realização de campanhas anuais de vacinação animal.

A vacinação antirrábica animal é a medida mais eficaz para conter a circulação do vírus rábico no meio urbano. Assim, é necessário, como todo ano, manter o município livre da circulação do vírus rábico através de campanhas de vacinação animal.

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook