Digite aqui o título da sua notícia / artigo

Mulheres que sofrem do problema merecem atenção especial no pré-natal; entre os sinais estão a pressão alta e o inchaço das pernas

6d268597-4375-40a8-a4c0-1e78dc523880

Por Gabriela Cupani, da Agência Einstein
Sabe-se que mulheres que sofrem de enxaqueca têm mais risco de desenvolver pré-eclâmpsia durante a gravidez. Agora esse dado acaba de ser reforçado por um estudo apresentado no encontro da Academia Americana de Neurologia, que acompanhou mais de 30 mil gestações em cerca de 19 mil mulheres ao longo de 20 anos. Os autores constataram que elas também apresentaram maior chance de parto prematuro e de desenvolver hipertensão.
A pré-eclâmpsia é uma doença específica da gravidez, que costuma surgir após a 20ª semana de gestação e é caracterizada por pressão alta, perda de proteínas pela urina e inchaço nas pernas, podendo haver lesões em órgãos como os rins e hemorragias cerebrais. Ela pode se manifestar de formas mais graves, como a eclâmpsia, que causa convulsões e outras complicações, colocando a vida da mãe e do bebê em risco.
Embora não se conheçam bem os mecanismos ligando as duas condições, sabe-se que tanto a enxaqueca quanto a pré-eclâmpsia estão relacionadas a distúrbios vasculares e inflamatórios, que ocorreriam na parede dos vasos, o endotélio. A dor de cabeça pode ser um dos primeiros sinais da complicação gestacional, além de sintomas como visão embaçada. Nesses casos, a dor costuma ser pulsátil e progressiva, piorando com esforço físico e difícil de ser aliviada com remédios.
Dificuldade de diagnóstico
A dificuldade diagnóstica pode se dar pelo fato de as pacientes com enxaqueca apresentarem dores de cabeça frequentes e isso ser confundido com o início do quadro da pré-eclâmpsia. Especialistas calculam que metade das mortes por eclâmpsia poderiam ser evitadas se a doença fosse detectada a tempo.
“Esses dados devem servir de reforço para que se lembre que a mulher portadora de enxaqueca apresenta maior risco de desenvolver a pré-eclâmpsia e isso deve ser levado em conta quando a mulher faz o pré-natal”, observa o neurologista Alexandre Kaup, do Hospital Israelita Albert Einstein. “Por ser uma condição presente muitas vezes desde a infância a enxaqueca muitas vezes não é lembrada como um problema de saúde nem pelas pacientes nem pelos médicos. Esse dado deve ser observado durante o acompanhamento da gestação”, enfatiza o médico.
Daí que neurologistas e obstetras têm que estar muito atentos a qualquer sinal de problemas, monitorando a saúde da paciente de perto, avaliando se houve mudança nas características da dor de cabeça e a pressão arterial.
Fonte: Agência Einstein

Compartilhe

Digite aqui o título da sua notícia / artigo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Veja também!

Confira outras notícias

Muita confusão e ataques verbais no gabinete do prefeito de Pac...

Manhã de muita confusão na prefeitura de Pacajus, tudo aconteceu após o deputado Delegado Cavalcante ir até o local junto com uma comissão de comerciantes tentar um ...

Acidente com vitima fatal é registrado na Br 020, em Caucaia

Um grave acidente foi registrado na Br 020, nas imediações do Parque do Vaqueiro, nas imagens é possível observa que um veículo acaba colidindo em uma motocicleta ao...

Candidatos do Ceará vão poder gastar até R$ 17,3 milhões nas...

Os candidatos terão verba e limites e bastante onerosos para as eleições 2022. Conforme determinação do Tribunal Superior Eleitoral, que define as regras da disputa ...

Líder comunitário dono de pizzaria é morto a tiros dentro do ...

Um líder comunitário que também é dono de uma pizzaria foi morto a tiros dentro do próprio estabelecimento comercial na noite desta terça-feira (19) no Bairro Jangu...

PT rompe com PDT no Ceará e vai lançar candidatura própria ao...

Nesta terça-feira (19) o Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) se reuniu para repensar a relação com o PDT após o partido de Ciro indicar Roberto Clá...

Mais um prédio público abandonado em Caucaia, dessa vez no bai...

Nossa equipe foi até o prédio do polo de atendimento do Araturi (Cras), onde podemos constatar a situação de abandono vivida pelo prédio que precisa urgente de uma r...

Jurema News
Marechal Rondon - Caucaia
Copyright © 2022
Jurema News
Marechal Rondon - Caucaia
Copyright © 2022
Atendimento por WhatsApp
Departamento Parceria
Parceria
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.
Atendimento por WhatsApp
Departamento Imprensa
Imprensa
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.
Atendimento por WhatsApp
Departamento Parceria
Parceria
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.
Atendimento por WhatsApp
Departamento Imprensa
Imprensa
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.

Jurema News

Copyright © 2022

Este site utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência. Ao clicar em 'ok" e continuar navegando, você concorda com a nossa política de privacidade