O pagamento da segunda parcela será feito na próxima semana, no entanto muitos ainda não receberam a primeira parte do auxílio, que pode pagar até R$ 1.200, no caso de mães chefes de família. Segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, na semana que vem será concluída a análise de 17 milhões de pedidos, incluindo os de reanálises.

A expectativa do ministro é de que 6 milhões a 8 milhões sejam elegíveis e, até segunda (11), 99% da primeira etapa esteja concluída.

A Dataprev, empresa de dados responsável pela checagem das informações do trabalhador, afirma que, até domingo (10), vai finalizar o processamento dos requerimentos apresentados entre os dias 23 e 30 de abril. Após a liberação, o pagamento da parcela é feito pela Caixa ao beneficiário em até três dias.

O ministro garante que todos os que tiverem direito ao benefício, mesmo que ainda não tenham se candidatado, vão receber as três parcelas. O prazo para pedir o auxílio emergencial termina em 2 de julho. “Quem eventualmente teve qualquer problema e não recebeu, fique tranquilo. Determinação do presidente e da lei é que as três parcelas estão garantidas para todos“, afirmou o ministro.

NOVA CHANCE

TRABALHADORES QUE PREENCHERAM DADOS ERRADOS OU DEIXARAM DE PREENCHER TIVERAM O CADASTRO ANALISADO COMO “INCONCLUSIVO”, OU SEJA, PELOS DADOS INFORMADOS POR ESSES TRABALHADORES, O GOVERNO FEDERAL NÃO CHEGOU A UMA CONCLUSÃO SE ELES TÊM OU NÃO O DIREITO DE RECEBER O AUXÍLIO EMERGENCIAL.

NESTE CASO, É POSSÍVEL FAZER OUTRO PEDIDO, PELOS MESMOS CANAIS DA CAIXA OU PELO NOVO SITE, DO DATAPREV, E TENTAR NOVAMENTE SER APROVADO PARA O BENEFÍCIO.
QUEM ESTÁ NO CADÚNICO E FOI REPROVADO PARA O AUXÍLIO EMERGENCIAL TAMBÉM PODE FAZER A SOLICITAÇÃO E TENTAR RECEBER AS TRÊS PARCELAS DO BENEFÍCIO FEDERAL.

Como acompanhar seu pedido:
O trabalhador pode acompanhar seu pedido pelo:
– Aplicativo CAIXA Auxílio Emergencial
– Site: auxilio.caixa.gov.br
– Telefone 111
– Site https://consultaauxilio.dataprev.gov.br

Via Diário do Nordeste

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook