A Polícia Civil prendeu, na manhã desta segunda-feira (3), cinco pessoas suspeitas de integrar um esquema criminoso que exigia pagamentos ilícitos e motoristas que cometiam infrações de trânsito em Farias Brito, na Região do Cariri. Dos detidos, quatro são agentes do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) da cidade e o quinto é proprietário de uma auto-escola.

A operação, denominada “Desvio”, cumpriu ainda dois mandados de busca e apreensão, realizados na sede do Demutran e na auto-escola, locais onde foram apreendidos documentos e computadores. A investigação teve início com uma denúncia feita da Delegacia de Iguatu há dois meses

O titular da Delegacia de Farias Brito, Sérgio da Silva Maia Júnior, explicou como funcionava o esquema. “Eles se utilizavam de um desvio para multar pessoas e se desviavam da função para obter benefícios ilícitos“, disse.

Para realizar as cobranças, era utilizado o serviço da auto-escola. Segundo o delegado, os suspeitos “cobravam uma quantia para evitar a multa e usavam a auto-escola para cobrar os valores, dando uma suposta aparência de legalidade“, disse.

Os supeitos poderão responder por associação criminosa, corrupção, concussão(quando o agente público exige uma vantagem indevida), na medida da participação de cada um.

Sete equipes da Delegacia Regional do Crato participaram da ação.

Via Diário do Nordeste

Veja também:

Caps da Jurema segue fechado, moradores reclamam por precisarem dirigir-se ate o Centro de Caucaia para conseguirem seus medicamentos, alguns casos, pessoas de idade que tem dificuldade pra embarcarem em ônibus, vejam as imagens:Matéria em nosso site: http://twixar.me/QPXn

Posted by Portal Jurema News on Saturday, June 1, 2019

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook