Uma tarde que ficou marcada de forma negativa para muitos presentes na Arena Castelão neste domingo, na derrota do Fortaleza para o Palmeiras. E o problema não foi somente o resultado do jogo. Em pelo menos dois momentos, torcedores e policiais se envolveram em confusões, que culminaram em agressões e empurra-empurra. Em um deles, o mais chocante, um torcedor do Fortaleza, acompanhado por uma criança, é agredido por agente de segurança pública.

Veja momento da reação policial

Diário do Nordeste

@diarioonline

 

PM apura agressão contra torcedor acompanhado de criança; Fortaleza x Palmeiras registra confusões http://bit.ly/2mAIS99 

Embedded video

See Diário do Nordeste’s other Tweets
 
 
 

As agressões foram registradas por fotógrafos e cinegrafistas que cobriam a partida. A primeira confusão ocorreu no setor Inferior Sul. Ao discutir com torcedores do Palmeiras, que estavam no setor acima, um torcedor do Fortaleza, acompanhado de uma criança, foi agredido a golpes de cacetete por um policial.

A outra confusão foi registrada no setor Premium. Não há informação sobre motivação do conflito. 

Veja o que teria sido o início do conflito

Jogada@diariojogada
 

Momento do começo da confusão nas arquibancadas da Arena Castelão durante a derrota do @FortalezaEC por 1 a 0 para o @Palmeiras neste domingo (22)

Embedded video

See Jogada’s other Tweets
 
 

APURAÇÃO DO OCORRIDO

A Polícia Militar do Ceará se manifestou sobre o caso através de nota e prometeu investigar disciplinarmente o ocorrido. Confira o comunicado:

“A Polícia Militar do Ceará informa que no jogo Fortaleza X Palmeiras, ocorrido ontem, 22, na Arena Castelão em Fortaleza-CE, houve princípio de tumulto  e de briga entre alguns torcedores das duas torcidas. A fim de suprimir a desordem e de restabelecer a tranquilidade na partida, a PMCE teve que intervir na situação. Quando a verbalização, que é o primeiro estágio do “uso progressivo da força”, não surte efeito e é desobedecida pelos civis, no caso, pelos torcedores, faz-se necessário o uso de Instrumentos de Menor Potencial Ofensivo (IMPO), a exemplo da tonfa. No vídeo, de uma breve duração, vemos o momento em que o policial age contra um torcedor. O fato, em si, está sendo apurado disciplinarmente. A PMCE ressalta o compromisso em garantir a ordem pública, a incolumidade da pessoa e do patrimônio, e, inclusive, a tranquilidade nos eventos esportivos”.Via Diário do Nordeste

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook