Ter bons hábitos de higiene é imprescindível para se manter uma ótima saúde genital. Após a relação sexual, inclusive, algumas medidas são essenciais e das quais você não pode abrir mão. Pode parecer uma recomendação boba, mas apenas o fato de fazer xixi já ajuda a se proteger de diversas doenças, você sabia? Conversamos com a ginecologista Carolina Ambrogini que separa as principais dicas de como cuidar bem da saúde íntima depois do sexo.

 

A importância de higienizar a região íntima após a relação sexual

 

Ter uma vida sexualmente ativa implica também em sabermos como praticar uma boa higiene íntima, principalmente depois do ato sexual. Por conta disso, a principal ação de higiene que toda mulher deve ter após realizar suas relações sexuais é urinar. “Essa ação possibilita que as possíveis bactérias que tenham entrado na bexiga, durante a relação sexual, sejam eliminadas para não causar infecção urinária”, comenta a profissional. 
 

Depois de feito isso, também é recomendado que essa mulher lave a parte externa da vagina com água. É importante relembrar que essa higiene deve ser feita, mas sem realizar a ducha vaginal. “Se a mulher utilizar a ducha ela pode impulsionar algumas bactérias sexualmente transmissíveis para dentro do útero que podem desenvolver diversas infecções”, explica a Carolina  

 

Como deve ser feita essa higienização?  

 

A higiene íntima pode ser realizada apenas com água corrente, não havendo a necessidade de lavar com qualquer tipo de sabonete. Porém a ginecologista faz um alerta: “Se essa mulher tiver praticado também o sexo anal, aí ela deve sim, realizar a higienização com sabão de forma imprescindível, que também pode ser feita com lenços umedecidos”, explica Carolina.
 

Essa higienização mais rápida, apenas com água e algum lenço, é uma forma de eliminar as bactérias que podem estar presentes em nosso organismo após o ato sexual, ok!?  Em hipótese alguma ela deve substituir a nossa higienização diária.

 

Quais são os benefícios dessa higienização?
 

De acordo com a médica, esses hábitos ajudam a evitar cistites e infecções vaginais. “No caso do sexo anal, para as  mulheres que estejam/ estão tentando engravidar, elas devem esperar alguns minutos para levantarem essa região após o sexo”, finaliza a profissional.

 

Dra. Carolina Ambrogini – Ginecologista
CRM: 102706-SP

Créditos: Só Delas

Siga-me

Jornalista Ricardo Cavalcante

Informações e contato em Portal Jurema News
Jornalista sob registro Drt 3648/Ce
Quem sou: Estudante de Jornalismo pelo a universidade Estácio de Sá, sou um apaixonado por tecnologia, busco sempre novas tecnologias para deixar esse portal cada vez mais completo.
Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook