Subiu para 80 o número de presos e apreendidos por envolvimento em ações criminosas no Estado. O balanço foi contabilizado até o final da tarde desta quinta-feira (26). Entre o número de capturados, estão os presos durante a Operação “Torre”, que foi deflagrada mais cedo. 

No total, foram expedidos 15 mandados de prisão preventiva e 14 mandados de busca e apreensão. Uma das medidas judiciais foi cumprida, nessa quarta-feira (25), contra o chefe da organização criminosa, em uma unidade prisional do Estado de Pernambuco. Ednal Braz da Silva (46), conhecido como “Siciliano, é natural de Umbuzeiro, na Paraíba, e integra uma lista com outros nove homens com funções de chefia de uma organização criminosa. Os outros nove suspeitos foram presos pela Draco, em ações distintas, desde o final do ano de 2018. Todos formavam a cúpula da organização criminosa com atuação no Estado.

Via Cnews

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook