Uma morte por intervenção policial foi registrada no bairro Padre Andrade, em Fortaleza. Jardeson Rodrigues Martins morreu durante abordagem de policiais militares, no início da madrugada da última quinta-feira (13). (Veja a ação no vídeo abaixo)

A família da vítima conta que o jovem de 21 anos foi assassinado de forma covarde. Já na versão da Polícia Militar do Ceará (PMCE), o fato se deu devido à Rodrigues ter disparado primeiro contra os policiais.

Gilson Martins dos Santos, pai de Jardeson, conta que o filho avisou que estava indo até a esquina comprar um lanche. No caminho, apareceu uma viatura da Força Tática da PMCE. “Um policial já desceu do carro atirando. Meu filho saiu correndo e conseguiu ir para outra rua. Ficou abaixado, escondido. Quando pensou que a Polícia já tinha passado, se levantou. Foi quando um policial atirou na nuca dele. Me contaram que quando viram que tinham matado, trocaram de viatura e ainda levaram meu filho para a UPA do Pirambu. Só para dizer que tinham socorrido, mas ele já estava morto”, disse Gilson.

Na versão da Polícia Militar, a Corporação foi acionada via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) para atender uma ocorrência acerca de pessoas armadas nas redondezas da Areninha da Lagoa do Urubu. Ao avistar a viatura, Jardeson, com antecedentes criminais por roubo e desacato, teria corrido com a mão na cintura e demonstrando atitude suspeita.

A PMCE afirma que houve tentativa de abordagem contra o jovem, mas ele teria se evadido e, mais à frente, efetuado disparos de arma de fogo em direção aos policiais, que revidaram a agressão. Ainda conforme a PMCE, o suspeito foi socorrido até a UPA e a arma apreendida com ele foi apresentada ao 7º Distrito Policial, onde o caso é investigado.

O Sistema Verdes Mares teve acesso ao vídeo que mostra o instante exato do disparo contra Jardeson Rodrigues. Nas imagens é possível perceber que a vítima é atingida enquanto estava de costas. Após cair, Jardeson é retirado do local pelos policiais militares. No vídeo não é mostrada nenhuma arma de fogo em posse do jovem.

Nessa sexta-feira (14), amigos de Jardeson o homenageram com um jogo na Areninha do bairro Padre Andrade. Os moradores do bairro reclamaram por meio das redes sociais das frequentes abordagens violentas por parte dos militares. A Corporação destacou que qualquer detalhe envolvendo o caso, como uma possível troca de viaturas, ficará a cargo dos investigadores.

Via Diário do Nordeste

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook