A prefeita de Icó, Laís Nunes, concedeu entrevista nesta terça-feira, 07, à radio Papagaio-FM (97.5), juntamente com o reitor Jaime Romero do Centro Universitário do Vale do Salgado (UNIVS) e o ex-deputado estadual Neto Nunes.

Na oportunidade, as autoridades reforçaram apelo à população para que colabore com o isolamento social no intuito de evitar aglomeração como prevenção à contaminação do Coronavírus, já que o município já conta com três testes positivos ao COVID-19.

Laís Nunes agradeceu ao professor Jaime Romero pela doação de quatro toneladas de alimentos que serão transformados em cestas básicas e ajudarão no auxílio aos munícipes em estado de vulnerabilidade.

“Doarei enquanto tiver continuidade esta pandemia e grave situação, 50% (cinquenta por cento) do meu salário de prefeita de Icó, para a campanha Icó Solidário. Esses valores serão também todos revertidos em cestas básicas”, garantiu a prefeita.

A Secretaria Municipal do Trabalho e da Assistência Social também está distribuindo cestas básicas às pessoas em estado de vulnerabilidade, que têm cadastros nos Centros de Referência à Assistencia Social (CRAS).

Inicialmente, a Secretaria de Assistência Social e a UNIVS estarão entregando (8) oito toneladas de alimentos aos icoenses.

“É uma determinação cem por cento técnica e só recebe cestas as pessoas que têm o perfil coberto pelo CRAS. Não podemos entregar cestas básicas a todos. Tem um critério rigoroso a ser cumprido”, explicou a secretária, Alãnia Alves.

Icó Solidário

A campanha Icó Solidário coordenada por instituições sociais, lideranças políticas e comunitárias, foi criada na última sexta-feira, 03, por iniciativa do ex-deputado estadual Neto Nunes. Várias instituições sociais têm participado e fazem solicitações para empresas, comerciantes e trabalhadores com vínculo formal para a doação de cestas básicas para distribuição com pessoas carentes.

A sede provisória da Campanha Icó Solidário está aberta na Casa de Cultura, na avenida Ilídio Sampaio, na sede urbana do município.

Via Repórter Ceará

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook