Auxilio emergencial – populares usam tijolos pra guardarem lugar em fila durante a madrugada na Jurema

0
88

Ainda era Quarta Feira (15/04) quando começaram chegar as primeira pessoa na agência da Caixa em busca de atendimento pra Quinta Feira (16/04), segundo informações as primeiras pessoas começaram a chegar na agencia por volta das 19:30.

Logo os tijolos foram colocado mascando o lugar das pessoas que temem não conseguir atendimento mo dia seguinte, a busca pelo a agencia na sua grande maioria é em busca do auxilio emergencial, oferecido pelo governo federal como uma medida pra amenizar os impactos financeiro  da quarentena decretada pelo governo do estado do Ceara, como em vários outros estado.

Em Caucaia as aglomerações em frente a agencia bancárias estão sendo frequentes desde o inicio da  quarentena, diga-se de passagem que algumas agencia já costumava registrar grande movimento, com o decreto muita pessoas começou a buscar as agencia, muitos remendo dificuldades financeira, agora o auxilio é um dos colaboradores pro fluxo aumenta.

As aglomerações são uma das maiores preocupação do governo que teme um colapse no sistema de saúde que segundo matéria do jornal Diário do Nordeste já está com 90% dos leitos de Uti ocupado na capital Cearense.

No último dia 04/04, a prefeitura de Caucaia conseguiu uma liminar na justiça para que as agencias adotassem medidas de proteção contra a proliferação do coronavírus, ficou estabelecido que as agencia iriam organizar um distanciamento minimo de 1,5 m entre as pessoas.

Em meio aos crescente números de casos de Covid-19, doença causada pelo coronavírus, o governador Camilo Santana não descartou renovar a quarentena, a principal preocupação do chefe do executivo estadual é ganhar  tempo evitando que as pessoas fiquem doentes ao mesmo  tempo, isso em virtude da falta de leitos de Uti pra atender a demanda de pacientes.

 

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook