Uma travesti de apenas 15 anos, foi assassinada a tiros na noite deste sábado (8), no bairro Granja Lisboa, em Fortaleza.

A vítima teria sido atraída para um terreno baldio e executada por dois homens. O medo no local era tanto que os moradores sequer chamaram uma ambulância após a travesti ter sido baleada. Foi a polícia quem acionou a equipe médica para tentar salvar a vida da vítima.

A ambulância levou cerca de 30 minutos para chegar ao local e isso, pode ter diminuído as chances de sobrevivência. Como não portava documentos e os familiares não estavam no local, a polícia não informou o nome da travesti. Os suspeitos fugiram a pé. A polícia acredita que a morte está relacionada a dívida de drogas com traficantes.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) investiga o homicídio e que a vítima seria uma travesti.

A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também compareceu ao local da ocorrência, onde colheu indícios que auxiliarão os trabalhos policiais. Um inquérito policial foi instaurado pelo DHPP, que realiza diligências com o intuito de identificar os suspeitos, bem como descobrir a motivação do fato.

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o ??(85) 3257-4807, do DHPP, ou ainda para o número ???(85) ?99111-7498, que é o WhatsApp do Departamento, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Via Cnews

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook