Familiares do motorista de aplicativo Alexandre Fernandes, de 32 anos, fazem uma vaquinha virtual para custear o velório e a viagem da mulher dele, Bianca Fonseca, ao Paraná, estado de origem da vítima.  

O corpo de Alexandre será cremado na capital cearense e as cinzas serão levadas para o sul do país, onde moram os pais da vítima. O custeamento do traslado gira em torno de R$ 4 mil.

O corpo do motorista de aplicativo Alexandre foi encontrado na noite desta quarta-feira (12), no Km 30, da BR-116, na cidade de Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza.

Alexandre estava desaparecido desde a última segunda-feira (10). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, ele foi encontrado por uma senhora que passava pelo local. Após ver o corpo, ela acionou a polícia. A vítima estava com as mãos amarradas. 

Bianca Fonseca, esposa de Alexandre, informou para a polícia que o GPS do carro de Alexandre informava que o homem estava em um trecho da BR-116, logo depois do município de Itaitinga. Uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi à região e realizou buscas sobre o paradeiro de Alexandre.

Para ajudar:

BANCO NUBANK
Raiane Ferreira Lima
Agência: 0001
Conta: 7364988-3.

Via Cnews

Jornalista Ricardo Cavalcante
Siga-me

Comentários no Facebook